COMO COMBINAR SALTOS COM ROUPAS E OCASIÕES ?



Salto Plataforma

· Cobre toda sola do sapato, existe em calçados convencionais, em sandálias e em botas. · Solado curvo ou reto
· Use em ocasiões bem informais pois é um modelo cheio de estilo.
· Descontraído.
· Evite usar em casamentos.
· Poderá encontrar saltos bem altos.
· Não é um salto fácil de combinar na hora de compor um look.
· Existe o plataforma anabela com solado reto ou curvo que pode ser usada com todos os tipos de roupa e comprimentos.
· O plataforma meia-pata (meia plataforma na frente e salto grosso separados) combinam com vestidos, saias e calças.
· Diminui as dores porque distribui bem a pressão do corpo sobre a planta dos pés.
· Oferece uma melhor distribuição da pressão exercida pelo corpo sobre os pés. A ponta angular facilita a impulsão do corpo ao caminhar.

Salto Sabrina

· Fino e cabedal delicado.
· Salto médio e levemente carretel.
· Elegante com saias e vestidos abaixo do joelho e calças mais curtas.
· Não deve passar dos cinco centímetros de altura
· Altura perfeita para calças de todas as alturas (inclusive as curtas e shorts), vestidos, saias curtas, Chanel e midi.


Salto Princesa

· Um pouco mais grosso
· Confortável
· Adequado para o trabalho.
· Salto elegante e levemente mais grosso (de quatro até sete centímetros)
· Veste bem com midi e calças convencionais.


Salto Anabela

· É tão largo quanto a base do calçado
· Sem problemas quanto ao equilíbrio.
· É muito confundido com o plataforma porém é bem diferente. A principal diferença é que no salto anabela, como nos outros tipos de salto, o peito do pé sustenta todo o peso do corpo e o pé fica inclinado.
· Pode ser usado no dia-a-dia, combinando com qualquer tipo de roupa. Em ocasiões mais sofisticada também acompanha tailleurs e roupas mais finas.
· Segundo ortopedistas, é o salto menos prejudicial à coluna pois distribui bem a pressão do corpo sobre a planta dos pés.
· Combina com saias longas e curtas, rodadas, calças e vestidos.
· É o mais confortável que existe
· A única semelhança, está no fato de ser um salto cheio e não ter nenhum tipo de “vazamento”.


Salto Stiletto ou agulha

· Salto bem alto, extremamente fino que vai afinando a partir da sola em direção ao chão.
· Pode ter alturas até nove centímetros.
· É o mais fino, sexy e o mais atraente de todos os saltos
· Sempre na moda
· Se usado sempre pode prejudicar a saúde dos pés e a coluna vertebral.
· Use em situações em que não terá de ficar muito tempo em pé.
· Causa desequilíbrio porque reduz muito a participação do calcanhar na sustentação do corpo, além de deixar os dedos muito desconfortáveis.
· O mais comum e mais versátil entre os saltos altos.
· Combina com calças longas e curtas, calças de corte reto, vestidos sociais.
saias, shorts, macacões retos, terninhos tailleurs, calças de noite estreitas ou pantalonas e mesmo com jeans durante o dia e a noite.


Salto Louis XV ou Carretel:

· Baixo ou alto, esse modelo sempre está na moda.
· Sua forma lembra um carretel
· Seu salto não passa de quatro centímetros.
· É ideal para usar com calças, vestidos, shorts, minissaias e saias longas.
· Combina com sapatos estilos masculinos ou mules.
· A altura é ideal para calças, vestidos e saias longas, mini e shorts.

Salto grosso e quadrado

· Elegante e confortável por longos períodos.
· Estável
· Sóbrio
· Combina com calças, saias longas e curtas.
· Deixa o calcanhar bem apoiado, o que ajuda no equilíbrio do corpo.

Recomendações gerais:

1-Os saltos anabela ou plataforma baixa são saltos sólidos e não muito altos e que possibilitam muito conforto. São ideais para o trabalho, calças convencionais e vestidos ou saias mais longas.

2- Os saltos alto grosso, anabela ou plataforma alta criam melhor equilíbrio para o corpo e podem ser usados em festas ou esportivos com calças e saias midi e longa.

3- O salto alto tradicional com formato robusto e altura que não ultrapassa os cinco centímetros combina bem com calças, tailleurs e saias em comprimentos tradicionais. Ideal no trabalho e passeio, pois cansa menos.

4- O salto central é o salto que sai do meio do calcanhar e que facilita o equilíbrio do corpo. São elegantes e deixa os dedos confortáveis.

5- O salto baixo de até três centímetros é o único recomendado por especialistas para o uso diário constante pois proporciona conforto, boa marcha, e bom equilíbrio.

6- O salto meia-pata é uma espécie de plataforma que fica só na parte da frente do sapato. É ideal para quem gosta de saltos bem altos pois dá mais sustentação.

7- Sapatilhas sem salto provocam pequeno desequilíbrio mas não chega a resultar em desconforto.

8- Saltos de 4 centímetros são ótimos para quem tem pés cavados. São toleráveis.

9- Saltos de 6 centímetros ou mais prejudicam a funcionabilidade dos pés.Somados ao bico fino, podem provocar joanetes, calosidades e inflamação no calcanhar. A maior parte do peso do corpo recai sobre o antepé

Anúncios