Ser mãe

Os pais sempre dão de presente às filhas brinquedos que incentivam o seu lado feminino e as bonecas incentivam seu lado maternal. Comigo não foi diferente.

Diferente de hoje, na minha época só se ganhava um brinquedo no aniversário ou no natal. E eu sempre ganhava uma boneca, de vez em quando meus pais me davam outros tipos de brinquedo, mas as preferidas eram as bonecas. Passava horas brincando de casinha e elas eram minhas filhas. 

Todas as minhas bonecas eram da marca Estrela, naquela época era top de linha. E eu tive em torno de 12 bonecas e a mais sonhada (a Barbie) ganhei quando passei a perder interesse em brincar com elas. Mas ao brincar eu imaginava como seria quando eu tivesse meus filhos.

Quando os filhos vem, a fantasia se torna realidade. Não dá pra pegar, brincar e quando se cansa, voltar a guardar dentro da caixa. 


Quando engravidei do Pedro, meu primogênito, assim que a gravidez foi confirmada e a ficha caiu, pensei se eu seria uma boa mãe. Foi uma gravidez muito difícil porque tive toxemia gravídica e pré-eclampsia, nem deu pra curtir bem a gravidez. Mas depois que ele nasceu eu conheci a realidade de ter um bebê em casa. Trocar fraldas, preparar mamadeiras, esterelizar chupetas, dar banho… sim, eu me saí bem até porque eu fiz estágio cuidando do meu irmão caçula quando eu tinha 13 anos.



Um  ano depois do nascimento do Pedro, um susto: descobri que outro bebê, o Claudinho, vinha a caminho. E quando a ficha caiu, eu pensei se eu conseguiria dividir o amor entre os dois. Curti bem a gravidez, aliás a única bem curtida e depois que ele nasceu, tirei de letra todos os cuidados. E aprendi que era possível amar os dois igualmente.



Quando fiquei grávida do João, sabia que não teria mistério nenhum, já me sentia bem preparada só aguardando a sua chegada. Eu não tinha dúvidas de que o amaria da mesma forma que aos seus irmãos. E assim foi e é até hoje.

Bem melhor que cuidar de bonecas… afinal, boneca nenhuma interage melhor que um filho. Que prazer é poder acordar pela manhã e ver os filhos com a cara amassada te abraçando e dizendo bom dia… fazendo cara de pidão e pedindo as coisas sabendo que você vai dar… dizer que ama você acima de tudo, dizendo que é a melhor mãe do mundo, melhor cozinheira, melhor defensora.

Posso não ser importante para mais ninguém, mas eles me fazem sentir importantes para eles. Cada dia que passa meu amor só aumenta e o maior presente que eu poderia ter recebido Deus me deu e sou agradecida a Ele por ter me dado jóias tão preciosas.

E também sou agradecida a Ele por ter me dado a minha mãe Francisca que para mim é a melhor mãe do mundo!


A todas as mães, parabéns pelo nosso dia! E filhos, demonstre todos os dias seu amor por ela!


Anúncios