Ai que birra!!! – Vida de mulher

Vira e mexe sempre aparece alguém me pedindo uma dica ou uma ajuda sobre determinado assunto. E algumas vezes ouvia: “Jac, você tinha que criar um blog sobre isso pra gente consultar”… e conversando com a Priscila Rocha, fiel seguidora do blog, eu pensei: “Porque não criar uma coluna no blog só pra isso?” 

Então seus problemas acabaram! A partir de agora, todas às quartas-feiras a coluna “Vida de Mulher” por sugestão da Pri. E espero estar ajudando a todas com as minhas dicas. E o tema de hoje é:

Birra de Criança.



Para quem não sabe, eu tenho três filhos (10, 8 e 4 anos) e sei muito bem como é birra de criança… aliás, meu filho de 4 anos é muito birrento. E eles adoram fazer escândalo na frente dos outros, não é verdade? É nessa hora que a criança vira “crionça” rsrs



Pedro, João, Claudinho e Jac Bagis




Quando a criança é maior e interage com você, sabendo conversar acaba conseguindo controlar a birra (a não ser que ele seja pirracento), mas e quando é um bebê? 


É primordial que as mamães e os papais saibam que as crianças aprendem muito cedo sobre manipulação: se ela faz birra e pra evitar um escândalo você acaba dando o que ela quer, ela automaticamente aprende que para ter o que quer basta fazer birra.


Nas horas que em que a criança fizer birra, seja pulso firme e diga não e espere. Não adianta gritar e perder o controle porque isso acaba reforçando o mau comportamento.  Mesmo que todos os olhares voltem pra você e alguém fale “Olha, essa mãe nem sabe controlar o filho”, mantenha a calma e aguarde, a cena da birra vai parar. Se não parar, leve a criança para um lugar onde só fique você e ele e espere ele se acalmar e depois reforce (independente da idade) que ela não vai conseguir nada fazendo birra.


Também não adianta ficar falando e falando, se a criança estiver na faixa etária de 5 a 6 anos só se consegue prender a atenção dela por 20, 30 segundos. Se a criança começa a dar o showzinho, procure ignorar ou tente chamar a atenção da criança para outra coisa. Aqui em casa quando o João começa a dar o show eu o chamo pra me ajudar a dar comida para os nossos cachorros ou o chamo pra desenhar e entrego papel e lápis de cor. Se você conseguir mudar o foco será fantástico.


Com o passar do tempo as birras vão diminuindo. 


E se você tiver sugestões para essa coluna, preencha esse formulário. Sua sugestão será analisada e trazida ao blog!


E obrigada Pri pela sugestão e aqui vai a minha homenagem:

Miguel e Priscila

Olha bem para o Miguel… dá pra acreditar que esse anjinho faz birra???



E para terminar, antes que algum engraçadinho me pergunte que propriedade  eu tenho pra falar qualquer coisa, além de cuidar dos meus três filhos e ter cuidado de um irmão caçula, estou indo para o 3º ano de pedagogia 😉
Anúncios