Entrevista de Josane Peer

No blog 1ª Antologia Poética Momento Lítero Cultural, o blogueiro Selmo Vasconcelos disponibilizou uma entrevista com Josane Peer que já abrilhantou alguns artigos do iBagis. Com maestria Selmo Vasconcelos conduziu não somente a entrevista como também o vasto currículo desse nobre artista que vocês podem conferir clicando aqui.

Aproveito para disponibilizar alguns poemas de sua autoria para o nosso deleite:


Nívea 


O tempo parou e sorriu

E me vesti dos teus olhos

E aportou a saudade


Desembocou feito um rio

Na correnteza dos meus pensamentos

Criou asas e foi te encontrar


Pra escutar teus anseios 

Desvendar teus segredos

Em arpejos de Paz


E sem medo 

Descortinar nossos corpos à sós

Na multiunicidade de nós


Nas intercessões desta vida

Que se destina sonhar 

Compartilhar nossos sonhos 

Partilhar o amor


O tempo parou pra nós dois

Amor se fez poesia

Em arpejos de Paz


E sem medo 

Descortinar nossos corpos à sós

Na multiunicidade de nós



Pontes dos Sonhos


Nas Pontes dos Sonhos

Emergem torrentes de poesia

Nas Pontes dos Sonhos

A Arte é o porto, no leito da Paz


Ao lume do Amor que integra os mundos

O conhecimento é o que fica

Que jorras da fonte da sabedoria

Forjando ideais

Fulguras , despertas

Imanente brilho que habitas você

Harmoniosa – (Mente)

Latente navegas

Pulsante querer

Compõe-se a Vida

Em prosa e verso

Poema e canção

Ao curso da História

Eternos que somos

Nas Pontes da Inspiração

Nas Pontes dos Sonhos

Da Inspiração…



Sertanejante Blues 


Partido está meu coração em pensamentos

Sertanejante e abrasadora esta aflição

Querer libertar em torrentes

Desaguar verdejar este chão


Que se eternize em canção este momento

E se convertas de alegria e comunhão

E forte sejas de grandeza 

Oh!Bela gente

Chovas farturas e venturas no Sertão


Esperançoso o coração em pensamentos



Anjo Querubim 


Vem comigo meu menino 

Teu sorriso é a trilha certa

Porta aberta

Para o infinito

Re-criançar

Nas ondas do teu mar

De amar e ser

Aprender e ensinar

Na alegria de estar com você

Oh meu anjo querubim

Pinta de encanto os meus dias

E me deixa assim

Presente luz do céu de aqui

Materna essa doce ventura de ser Feliz

Vem deita repousa no meu colo

Vamos voar e me toma pelas mãos

Vem comigo meu anjo,meu menino

Vamos brincar e faz morada em meu coração

Oh meu anjo querubim

Pinta de encanto os meus dias

E me deixa assim

Presente luz do céu de aqui

Materna essa doce ventura de ser Feliz



Blue Baby


Leve, voa pousa e repousa 

Suave canta trança e encanta

Nada é mais distante agora 

Só resta o infinito

Gostas de silêncio afloram

E tecem o grito

Dos momentos

Loucos pensamentos germem 

Se perdem no espaço

E que se transformam belos

Em laços e abraços 

Dos momentos

Dos meus olhos rubros

Que procuram silêncio

Impressos gritos no escuro

Alma,dor …sentimento