Minha 12ª semana de Academia e R.A.



Com certeza quem tem acompanhado minha saga, sentiu falta das minhas atualizações nas últimas semanas. Tive que parar a academia por algumas semanas pelo motivo de que há pessoas que não podem ver a gente melhor que elas: como meu marido estava trabalhando em dois empregos (sim, eu me sentia a própria Rochelle de “Todo mundo odeia o Chris”), quando ia na academia à tarde, saía deixando meus dois meninos mais novos em casa sozinhos até a hora que meu marido chegava do 1º emprego; eles ficavam 20 minutos sozinhos. O que aconteceu? Uma vizinha me denunciou no Conselho Tutelar de Campo Mourão e graças a isso não podia mais deixá-los sozinhos. Ninguém estende a mão para ajudar, ninguém vem aqui no meu portão e diz: “Oi vizinha! Eu vejo que você deixa seus filhos sozinhos, deixa eles aqui em casa até seu marido chegar.” ou “Olha vizinha, vou ficar com seus filhos até a hora que seu marido estiver aqui…”. Pois é. E muito a contra gosto, parei de malhar.

Lógico, meu corpo (e também a minha mente) estavam se habituando à nova vida de comer mais saudável, de malhar, de suar… mesmo me controlando à mesa, sentia a falta de malhar. Nem me pesei porque sei que devo ter engordado 1 ou 2 quilos, mas semana passada voltei a malhar, só que dessa vez pela manhã.

Já estava acostumada com o Agnaldo como carrasco, agora o meu algoz atende pelo nome de Thiago. Antes, eu chegava na academia e ia direto pra esteira. Nunca disse aqui como eu detesto ficar na esteira… caminhava, caminhava e achava que tinha caminhado 10 minutos e quando resolvia olhar pro monitor, tinha passado 2 minutos, que ódio! Agora com o Thiago minha série se modificou. Como eu faço 20 minutos de caminhada de casa até a academia, ele me sugeriu já chegar malhando e de preferência malhar mais os músculos maiores (costas, peito e pernas).

No primeiro dia pela manhã senti falta de energia pra terminar minhas séries. Resolvi comer 1 hora antes do treino 1 banana amassada com aveia. Nos outros dias as séries fluíram bem. Ainda preciso pesquisar sobre o que comer antes e depois dos treinos até o dia que eu passar na Nutricionista. De manhã também está melhor pra malhar porque não está tão quente quanto a tarde. Percebi também que de manhã estou suando mais.

Não sei ainda quando vou ter coragem pra subir na balança, mas acredito que não vou chegar no dia 31 de Dezembro pesando 99 quilos como eu gostaria. Mas não importa quantos quilos eu terei eliminado até lá, o que me importa é não perder o foco, a força e a fé.

Numa das últimas postagens falei sobre os exames que o ginecologista me pediu. Fiquei intrigada como alguém que estava tão sedentária e tão acima do peso está com triglicérides, colesterol, glicemia e T3 e T4 em ordem. Nem posso culpar algo sobre o meu excesso de peso, senão a mim mesma rsrsrsrs. No final do mês terei uma consulta com um Endocrinologista e espero logo conseguir uma consulta com uma Nutricionista.

Até a próxima!